Sexta-feira, 29 de Maio de 2020
Economia

Reduc bate recorde de entrega de gás de cozinha pelo segundo mês

Demanda interna por GLP disparou desde início da pandemia

Publicada em 13/05/20 às 11:36h - 9494 visualizações

por Omega Noticias


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: Omega Noticias)

A Refinaria Duque de Caxias (Reduc), na Baixada Fluminense, informou hoje (13) que bateu o recorde de entrega de GLP (gás liquefeito de petróleo, ou seja, gás de cozinha) pelo segundo mês consecutivo. Em abril, foram 90.306 toneladas vendidas, o equivalente a 7 milhões de botijões P13.

“Pela primeira vez, a refinaria rompeu a marca média de 3.000 toneladas/dia de fornecimento do produto. Foram 102 toneladas de GLP a mais por dia em relação a março, o que representa um aumento de 3,5% na entrega diária na comparação com o mês anterior”, disse, em nota.

“Estes números consolidam a Reduc como o principal ponto de fornecimento de gás de cozinha do Brasil. Entre março e abril foram entregues 180.483 toneladas de GLP, fazendo com que a refinaria assumisse um importante papel no suprimento deste produto para diversas regiões do país”, acrescenta o comunicado.

Segundo a refinaria, por conta da pandemia de covid-19, houve uma queda relevante na demanda pelos principais derivados de petróleo. Já a demanda interna por GLP, ao contrário, disparou desde o início do surto, muito acima dos pedidos iniciais das distribuidoras e das previsões dos agentes de mercado.

“Nossos clientes aumentaram suas encomendas e, pela infraestrutura única e características de nossa planta industrial, tivemos plenas condições de atender este crescimento da demanda”, afirmou, em nota, o gerente-geral da unidade, William França.




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (69)9 9918-9254

Visitas: 19422811
Copyright (c) 2020 - Omega Noticias